Município Peso da Régua

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Prioridades definidas para os próximos quatro anos

A cerimónia de tomada de posse dos membros para a Câmara Municipal e Assembleia Municipal do Peso da Régua, para o mandato 2017 - 2021, decorreu no passado dia 20 de outubro, no Auditório Municipal do Peso da Régua. Centenas de reguenses marcaram presença.

José Manuel Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua, eleito a 1 de outubro, começou por agradecer a Nuno Gonçalves o trabalho feito com dedicação exemplar ao longo dos últimos 12 anos, em prol de Peso da Régua e dos reguenses, apontando-o como um exemplo. O agradecimento foi extensivo a Artur Andrade que, pela quarta vez consecutiva, encabeçou a lista mais votada à Assembleia Municipal do Peso da Régua.

No seu primeiro discurso, enquanto Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua, José Manuel Gonçalves deixou clara uma postura reivindicativa no que concerne a medidas capazes de inverter o processo de desertificação do interior do País e, por conseguinte, do concelho reguense. Face a isto, o Autarca deixou claro que continuarão a ser implementadas “dinâmicas que desenvolvam a economia local e permitam fixar pessoas, com base numa estratégia suportada nas nossas origens, nas nossas gentes”.

Para o futuro, José Manuel Gonçalves reafirmou a importância do sector vitícola, sublinhando a necessidade do mesmo ser sustentável, exigindo por parte do Governo “medidas efetivas e objetivas que permitam uma justa redistribuição entre quem produz e quem comercializa”. Da mesma forma, nas palavras do Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua será imperioso que se “cumpram as promessas” para a “recriação de uma Casa do Douro de direito público”, de “inscrição obrigatória”, “capaz de voltar a assumir a verdadeira representatividade de todos os vitivinicultores durienses”.

O Hospital D. Luiz I “continuará a ser uma das nossas prioridades, garantido que está o financiamento para as obras”, continuando-se a “pugnar para que o mesmo tenha um conjunto de serviços e valências que responda de forma eficaz à população residente, mas também ao aumento do fluxo turístico”. Na mesma linha de trabalho está a reabilitação do Parque Termal das Caldas do Moledo e o restabelecimento do funcionamento das Termas. O Autarca anunciou também a candidatura “Peso da Régua, Cidade Europeia do Vinho 2018”, a qual pretende que seja “abrangente e disseminada por toda a região”.

Para os próximos 4 anos, José Manuel Gonçalves definiu ainda como prioridade a eletrificação da linha do Douro, a requalificação do canal navegável, a construção do IC26 e a inclusão de uma variante em Peso da Régua.

O Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua deixou claro que os reguenses podem esperar do novo Executivo “uma postura de trabalho, dedicação, rigor e competência no processo de gestão do nosso concelho”, pretendendo “manter e reforçar a confiança” de todos.

Para terminar, deixou um repto: “Peso da Régua merece que, todos juntos, nos dediquemos de alma e coração ao seu futuro, a um futuro que todos nós desejamos que seja sempre e cada vez melhor.”

Artur Andrade foi eleito Presidente da Mesa da Assembleia Municipal. Júlio Mota e Paula Santos foram eleitos 1.º e 2.º secretário, respetivamente.

Veja ou reveja as fotografias na página oficial no facebook.